“Descoberta do Mês” – Agosto 2015

Biblioteca da UA – 20 anos de existência.

O edifício da Biblioteca da Universidade de Aveiro, inaugurada em junho de 1995, celebra este ano o seu vigésimo aniversário.

Adelino de Almeida Calado, primeiro diretor dos Serviços de Documentação da Universidade de Aveiro, explanou exaustivamente, numa publicação de sua autoria, a sua ideia para o novo edifício da Biblioteca, desde as funções desempenhadas e fundos albergados, ao tipo edifício e sua localização estratégica.

«O edifício da biblioteca geral é hoje (e nunca terá deixado de ser) em qualquer universidade um elemento importante do conjunto de construções que lhe dão expressão material. Detecta-se facilmente, através da sua dimensão e da sua localização, assim como da preocupação estética e funcional que traduz, o relevo e a projecção que assume no contexto da universidade.

O edifício (…) representa a estrutura física de suporte a um certo número de outras realidades físicas que não podem subsistir suspensas no vácuo: os fundos bibliográficos, o movimento dos utilizadores, o funcionamento dos serviços técnicos de biblioteconomia e documentação.

(…) A Biblioteca Geral é assim o ponto de interpretação entre a unidade funcional básica do sistema e a unidade central de utilização, razão por que resulta simplesmente lógico considera-la o tal “ponto vital do sistema de bibliotecas”.

(…) A Biblioteca terá de reunir todas as condições materiais para captar o interesse dos utilizadores e deverá mesmo promover pelos meios ao seu alcance o crescimento pleno da sua utilização e a diversificação das componentes da massa de utilizadores, actuando como o catalisador cultural de que a Cidade e a Região de Aveiro tão carecidas estão actualmente.

(…) O primeiro ponto a assentar será a localização da Biblioteca Geral no plano de conjunto do” campus” universitário.

(…) O agrupamento de todos os blocos num único terreno, sem soluções de continuidade (…) elimina à partida os problemas de comunicações, cria condições para um elevado nível de centralização técnica e facilita a coordenação entre todos os elementos do sistema de bibliotecas.

(…) A melhor solução. A Biblioteca geral deverá ocupar no plano geral do” campus” uma posição tanto quanto possível central em relação às posições dos edifícios dos departamentos, com vista a conseguir-se uma relativa equidistância de todos eles à Biblioteca. (…)»

Calado, Adelino Amálio de Almeida, 1930-  –  Perspectivas para a Biblioteca Geral da Universidade de Aveiro. 1980,pp. 45, 46, 48 e 49.

 A Biblioteca da Universidade, situada em pleno campus universitário de Santiago, foi projetada pelo arquiteto Siza Viera tem uma área coberta de 6242 metros quadrados e tem  uma capacidade para albergar cerca de 1.000 lugares de leitura distribuídos por três pisos, incluindo salas de estudo individuais, coletivas e audiovisuais.

De momento, a Biblioteca da UA está a ser alvo de obras de requalificação das salas de leitura, salas de estudo individual e de grupo e dos espaços dos serviços técnicos de biblioteconomia e documentação.

O Arquivo da UA assinala este importante momento para os Serviços de Biblioteca, Informação Documental e Museologia com alguns documentos arquivísticos que detém no seu fundo.

Memória Descritiva do Antreprojeto da Biblioteca da Universidade - Fundo UA

Memória Descritiva do Antreprojeto da Biblioteca da Universidade – Fundo UA

 

Planta Biblioteca da UA - Fundo UA

Desenho do Projeto da Biblioteca da Universidade – Fundo UA

Esta entrada foi publicada em Repositório com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *