Programa

LIVRO DE RESUMOS 

17 de maio

08h15 – Receção dos participantes e entrega de documentação

08h55 – Dança do dragão, por alunos do DeCA e do IC-UA

09h00 – Sessão de abertura

09h20 – Apontamento musical, por Vítor Castro (guitarra) e Lu Yanan (pipa)

09h40 – 10h40 – Conferências inaugurais (Auditório Aldónio Gomes)

Moderador: António Manuel Ferreira

Erik van Achter (KULeuven / CLP Coimbra) – A arte da apologia: podem antologias definir o conto literário moderno como género?

Lauro Zavala (UAM, México) – Breve historia de la teoría del cuento

10h40 – Intervalo

11h10 ­– 12h40 ­– Sessões simultâneas A

MESA 1 (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora: Rosa Lídia Coimbra

António Manuel Ferreira (Universidade de Aveiro) – Sátira e lamento: os contos de João Melo

Maria do Carmo Mendes (Universidade do Minho) – Mia Couto: o cânone contístico

Agnaldo Rodrigues da Silva (Universidade do Estado de Mato Grosso) – A linguagem cênica em Vozes Anoitecidas, de Mia Couto: contos ressignificados na obscuri-dade da história

MESA 2 (sala 2.5.9)

Moderador: Carlos Morais

Maria Fernanda Brasete (Universidade de Aveiro) – Nos primórdios do conto: a narrativa da aventura de Ulisses na ilha do Ciclope Polifemo (Od. 9.106-566)

Paulo Jorge Teixeira Cavaco & Rosa Maria Sequeira (Universidade Aberta) – Contos Migratórios de Dora Nunes Gago

Carlos Nogueira (Universidade de Vigo) – “Ando há muito tempo para contar uma história de fadas”: O Lagarto, de José Saramago

MESA 3 (sala 2.5.8)

Moderador: Luiz Gonzaga Marchezan

Olga Maria Castrillon-Mendes (Universidade do Estado de Mato Grosso) – O conto, o cânone e suas fronteiras: uma abordagem em Mato Grosso

Rejane C. Rocha (Universidade Federal de São Carlos) – Além (ou aquém?) do realismo: a representação da violência em contos de Verônica Stigger

Rodrigo Simon de Moraes & Maria Eugênia Boaventura (Universidade Estadual de Campinas) – Em busca de quem se perdeu: contos inéditos de Ricardo Guilherme Dicke

 

14h30 –­ 16h00 – Sessão plenária (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora:  Maria do Carmo Mendes

Rosa Maria Goulart (Universidade dos Açores) – As curtas histórias do conto moderno, o poema em prosa e o fragmento lírico

Luiz Gonzaga Marchezan (UNESP – Araraquara) – Os contos brasileiros do Prêmio Jabuti e seus veios narrativos

Sérgio Guimarães Sousa (Universidade do Minho) – Os Contos (modernos) de Camilo Castelo Branco

16h00 – Intervalo

16h30 ­– 18h00 – Sessões simultâneas B

MESA 4 (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora: Rosa Maria Goulart

Inês Castro Silva (Queen´s University Belfast) – Fragmentações coerentes em A Morte do Palhaço e O Mistério da Árvore, de Raul Brandão

Georges da Costa (Normandie Université) – Conte, nouvelle, cronique et/ou mémoires? Le récit bref à la première personne chez José Rodrigues Miguéis

Elisabeth Battista (Universidade do Estado de Mato Grosso) – O médico escritor e O País das Uvas

MESA 5 (sala 2.5.9)

Moderadora: Olga Castrillon-Mendes

Elizabete Barros de Sousa Lima (Universidade de Brasília) – A escrita da carência: o conto brasileiro e o desassossego de uma época

Polyana Pires Gomes & Rosa Maria de Carvalho Gens (Universidade Federal do Rio de Janeiro) – A modernidade dos contos de João Alphonsus e Marques Rebelo

Juliana Santini (UNESP) – Milagre em Juazeiro, de Ronaldo Correia de Brito, e o conto como ressignificação

MESA 6 (sala 2.5.8)

Moderador:  Sérgio Guimarães Sousa

Serafina Martins (Universidade de Lisboa) – O conto: virtudes da brevidade

Francisco Topa (Universidade do Porto) – Cruzando fronteiras: o porco e o javali

Sérgio Carvalho Rodrigues & Elisa Nunes Esteves (Universidade de Évora) – A oratura no conto angolano: o caso d’ A Árvore dos Gingongos, Ynari, A Menina das Cinco Tranças e Kianda Off-shore

 

18h15 – Apresentação de obra contística (Auditório Aldónio Gomes)

Apresentação, por Olga Maria Castrillon-Mendes, da obra contística do escritor brasileiro Eduardo Mahon

 


 

18 de maio

 

09h15 – Sessão plenária (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora: Maria Fernanda Brasete

Federico Bertolazzi (Universidade de Roma) – Modalidades do conto na obra de Sophia de Mello Breyner Andresen

João Paraskeva (Dartmouth Mass. University) – Feios, Porcos e Maus. Rumo a uma teoria não abissal

10h15 – Intervalo

10h45 ­– 12h45 ­– Sessões simultâneas C

MESA 7 (Auditório Aldónio Gomes)

Moderador: Carlos Morais

Isabel Roboredo Seara (Universidade Aberta) – “Ó senhora bendita…Deite-me a sua bênção”. Formas marginalizadas e ressuscitadas no conto Pranto da mãe mentirosa, de Teolinda Gersão

Luísa Álvares Pereira, Rosa Lídia Coimbra (Universidade de Aveiro) & Eduardo Calil (Universidade Federal de Alagoas) – Os títulos de contos que crianças (re)contam: uma “poética” da brevidade sem a angústia da influência

Lola Geraldes Xavier (Instituto Politécnico de Macau/Instituto Politécnico de Coimbra) – O conto no ensino do Português como língua estrangeira

MESA 8 (sala 2.5.9)

Moderador:  João Paraskeva

Maria Teresa Cortez (Universidade de Aveiro) – In the wake of the Brothers Grimm? Transfers and Dynamics of active inclusion in the first collections of Portuguese folktales

Cristina Álvares (Universidade do Minho) – Os contos de Perrault na imprensa ilustrada infanto-juvenil da Belle Époque. Variações sobre a cena de narração oral de Antoine Clouzier

Margarida Santos Alpalhão (Universidade Nova de Lisboa) – O conto tradicional português e o Imaginário do Mal

Isabel Barros Dias (Universidade Aberta) – O imaginário da Morte em contos tradicionais portugueses

MESA 9 (sala 2.5.8)

Moderadora: Ana Maria Ramalheira

Silvie Špánková (Masarykova Univerzita) – Casas de horror na contística de Domingos Monteiro

Ana Raquel Fernandes (Universidade de Lisboa) – New trends and short story : Jeanette Winterson, Helen Simpson, Ali Smith

Maria José Figueiredo (Universidade de Lisboa) – Paixão e redenção. Double Indemnity de James M. Cain e Billy Wilder

Eva Dinis (Universidade de Lisboa) – Subversão do género: a ficção contística de Margaret Atwood

 

14h30 ­– Mesa-redonda: “O conto Luso-Americano: das margens para o centro do cânone nos EUA” (Auditório Aldónio Gomes)

Moderador: Erik van Achter

Ana Aguilar Franco (Universidade de Lisboa) José José Rodrigues Miguéis: um contista de Nova Iorque

Teresa Cid (Universidade de Lisboa) – A força e a fortuna do conto luso-americano: Julian Silva e Katherine Vaz

Teresa Alves (Universidade de Lisboa) – Cenários para a arte do conto: as ilhas misteriosas de Onésimo Almeida e Darrell Kastin

16h00 – Intervalo

16h30 – 18h30 – Sessões simultâneas D

MESA 10 (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora: Ana Aguilar Franco

Ana Isabel Correia Martins (Universidade de Coimbra) – O Leão Velho: fronteiras e margens do imaginário colonial

Diogo Fernandes (Universidade Nova de Lisboa) – Anti-contos: de Diderot a Sena

Ana Seiça (Universidade de Coimbra) – “Afinal, quem é que precisa de três desejos?” O avesso dos contos de fadas 

Sidnei Boz & Agnaldo Rodrigues da Silva (Universidade do Estado de Mato Grosso) – Entre um motivo de luta e uma desilusão: Angola escrita nos contos A Revelação e O nosso país é bué, de Pepetela

MESA 11 (sala 2.5.9)

Moderadora: Teresa Cid

Ana Maria Ramalheira (Universidade de Aveiro) – Da atualidade dos contos satíricos de Henrich Böll (1917-1985), o Nobel alemão católico da boina basca

José António Gomes (ESE – Porto) – Da escrita e da sua materialização: Augusto Baptista

Cristina Maria Negrão Abranches Guerreiro (Universidade de Lisboa) – “Le Roi Candaule” de La Fontaine: um conto na diversidade de géneros dos ecos literários de um célebre episódio de Heródoto

Ascensión Rivas Hernández (Universidad de Salamanca) – La poseída de Antonio Muñoz Molina. Teoría de la ficción y perspectiva narrativa

MESA 12 (sala 2.5.8)

Moderadora: Teresa Alves

Gilberto Araújo (Universidade Federal do Rio de Janeiro) – Contos, fantasias e poemas em prosa no Simbolismo brasileiro

Ladislav Václavik (Masarykova Univerzita) – Franz Hellens: le rôle du rêve dans le fantastique réel hellensien

Lucas Fernando Gonçalves (Universidade de Brasília) – O conhecimento literário como linguagem estética do ser

Dina Maria Silva Baptista (Universidade de Aveiro) – Uma nova perspetiva do conto: o Storytelling na estratégia da comunicação empresarial

 

20h00 – Jantar do Congresso

 


 

19 de maio

09h15 – Sessão plenária (Auditório Aldónio Gomes)

Moderador: Agnaldo Rodrigues da Silva

Tania Macêdo (Universidade de São Paulo) – As estórias de Luandino Vieira: A terceira margem do conto

Martin Neumann (Universität Hamburg) – Nas margens da periferia: o conto guineense

10h15 – Intervalo

10h45 – 12h30 – Sessões simultâneas E

MESA 13 (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora: Maria de Fátima Silva

Maria João Simões (Universidade de Coimbra) – Fixador do belo: a arte, o artista e o sensível em contos de Sá-Carneiro

Maria Helena Santana (Universidade de Coimbra) – O amor em tempos de prosa: paixões equivocadas nos contos de Eça

Pedro Lopes Almeida (Brown University) – Eça de Queiroz: o conto como literatura de viagens

MESA 14 (sala 2.5.9)

Moderadora: Teresa Cortez

Dinameire Oliveira Carneiro Rios (Universidade Federal da Bahia) – A mulher na história: uma análise do conto Colheita

Tiago Ferreira da Silva (Universidade de Brasília) – “A vida apertada numa hora” – Machado de Assis: contista e teórico do conto

Emília Rafaelly Soares e Silva (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí) & Algemira de Macedo Mendes (Universidade Estadual do Piauí) – A plasticidade da contística brutalista de Rubem Fonseca: a estética da violência e da solidão na pós-modernidade

MESA 15 (sala 2.5.8)

Moderadora: Marinei Almeida

Marcos Vinicius Caetano da Silva (Universidade de Brasília) – Quando contar esta aqui? – Relações entre conto e história em Paulina Chiziane

Maria Aparecida Cruz de Oliveira (Universidade de Brasília) – Questões sobre o romance contemporâneo de Mia Couto

Ana Alexandra Seabra de Carvalho (Universidade do Algarve) – Claude Crèbillon e o conto maravilhoso

MESA 16 (sala 2.5.7)

Moderador: Carlos Nogueira

Luke Connolly (KU Leuven) – Livro do Desassossego: fundamentos de uma forma de narrativa breve

Felipe Vircker Machado (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro) – Letras ralés: afeto e dinamismo na escrita de Marcelino Freire

Maria José M. Madeira D’Ascensão (Instituto Politécnico de Portalegre) – Reflexões genológico-literárias de um conto: “Os Paradoxos do Bem” de José Régio

 

14h30 – 16h30 – Sessões simultâneas F

MESA 17 (Auditório Aldónio Gomes)

Moderador: Pedro Lopes Almeida

Filipa de Freitas (Universidade de Lisboa) – Vozes conjugadas: Conto, verso e drama em Fernando Pessoa

Carmen María C. Fernández de Cañete (Universidad de Extremadura) – Esperança e inquietação no conto “O amor em Lobito Bay”, de Lídia Jorge

Marcelo Pacheco Soares (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro) – O cânone e o contemporâneo em um conto fantástico de Teresa Veiga

Ana Ribeiro (Universidade do Minho) – Poética do conto em Manhã Perdida A bicicleta que tinha bigodes

MESA 18 (sala 2.5.9)

Moderadora: Inês Castro Silva

Maria Filomena Barradas (Instituto Politécnico de Portalegre) – “Histórias instantâneas” de Miguel Esteves Cardoso: entre crónica e conto?

Paula Almeida Mendes (Universidade do Porto) – Espelhos didácticos e de entretenimento? A recepção e a função do conto na literatura moral, catequética e hagiográfica em Portugal no sec. XVII

João Pedro Cambado (Universidade de Lisboa) – Do paraconto ou do conto como parábola e paradoxo em Guimarães Rosa

Luciano de Jesus Gonçalves & Eliane Robert Moraes (USP) – O conto degenerado de Samuel Rawet

MESA 19 (sala 2.5.8)

Moderador: Georges da Costa

Helena Malheiro (Universidade Aberta) – Poéticas do labirinto no conto contemporâneo: de Jorge Luís Borges a David Mourão-Ferreira e Sophia de Mello Breyner Andresen

Carmen Villarino Pardo & M. Felisa Rodríguez Prado (Universidade de Santiago de Compostela) – Antologias “lusófonas” do século XXI: projetando contos e cânone(s)

Marinei Almeida (Universidade de Mato Grosso) – Sob o signo da velocidade: reflexões sobre textos breves das literaturas de língua portuguesa

16h30 – Intervalo

17h00 – Sessão de encerramento (Auditório Aldónio Gomes)

Moderadora: Tania Macêdo

Maria de Fátima Silva (Universidade de Coimbra) – Mário de Carvalho: pede poena claudo. Para “encerrar”, a peste

 

Mais um site WordPress