Novas Recomendações da OCDE

Puente del Arzobispo - Espanha, 6 de abril de 2012

A OCDE – Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico, no seu novo relatório avança com mais recomendações que o nosso país deve realizar na área da Educação, particularmente no que se refere às políticas de avaliação no sistema de ensino. Na sequência do que se tem aqui defendido destaco algumas ideias que me parecem, neste momento, muito relevantes:

– os alunos devem estar no centro do ensino e da atenção dos professores;

– apostar na monitorização dos programas e na avaliação rigorosa dos resultados obtidos;

– baixar os níveis de reprovação nas escolas, que são mais altos que a maior parte países;

– desenvolvimento de um sistema de apoio aos alunos com dificuldades de aprendizagem, para que possam efetivamente progredir;

– a avaliação dos professores deve estar mais centrada em formas de melhorar as suas práticas de ensino e menos na progressão na carreira;

– maior autonomia e poder de decisão dos diretores nas questões educativas;

– pese embora os progressos, as qualificações dos portugueses mantêm-se baixas em relação à média da OCDE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *