Cancro oral

O Instituto Português de Oncologia de Lisboa alertou, em comunicado que foi divulgado pela comunicação social (ver por exemplo o Correio da Manhã e o Jornal I Online), para o facto de estar a diagnosticar cada vez mais casos de cancro oral em jovens, o que se ficará a dever à infecção pelo vírus do papiloma humano contraída na prática de sexo oral desprotegido.

Urge, pois, mudar práticas sexuais. A aposta na prevenção e a formação devem ser continuadas por forma a diminuir os factores de risco!

Ria de Aveiro, abril de 2012

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *