2 thoughts on “Visões Críticas”

  1. É, professor! Concordo plenamente e sempre digo, quando tenho oportunidade, que a crise portuguesa é mais de credibilidade do que econômica. O Senhor Ministro escolheu ser executor dos interesses internacionais, e isso nunca deu certo. O Brasil só tomou jeito (e olhe que temos imensos problemas com a corrupção) e encontrou o rumo quando um gestor que enfrentou o poder econômico internacional. Espero sinceramente que as coisas mudem por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *