Ano Internacional da Química

Na página electrónica da Década da Educação para o Desenvolvimento Sustentável foi disponibilizado o boletim 61 com o título: “2011 Ano Internacional da Química… Verde” e que se pode aceder em: http://www.oei.es/decada/boletin061.php.

A propósito do Ano Internacional da Química, que se comemora em 2011, este boletim procura salientar que expressões “não serve para nada” ou “não se pode fazer nada” carecem de fundamento e que,pelo contrário, se defende uma perspectiva centrada no activismo fundamentado e a necessidade de prosseguir os esforços por um futuro sustentável.

Dunas da Praia da Barra

Não cumprir?

A notícia do Jornal Ionline, que se ilustra a seguir (pode aceder à mesma

pressionando sobre a imagem)

levantou-me muitas questões e dúvidas. Entre estas destaco:

-A quem compete afinal a definição das metas de cada escola?

-Essas metas são ou não para cumprir? É lícito traçar metas e não dotar meios para o seu cumprimento? É lícito por causa disso assumir logo o seu não cumprimento? …

Importa que muito do trabalho que os docentes fazem tenha credibilidade e uma notícia como esta, a ser verdade, não ajuda!

Existem muitos problemas, como o do insucesso educativo e os abandonos! Mas estes têm de ser efectivamente “combatidos” e não ser reduzidos a “dados estatísticos”!

Blogs de Educação

Confesso que não tenho o tempo que gostaria para consultar, com mais calma e fazendo uma avaliação mais profunda, o número crescente de blogs de Educação que existem em Portugal. Mas é um fenómeno que tem tido um impacte cada vez maior na posição e envolvimento da classe na defesa dos seus interesses, especialmente tendo em conta o número de visitas que alguns deles têm (ou mostram que têm)!

Daí que tenha decidido incluir nova página, acima no menu, exactamente com a designação deste post e onde, para já incluo cinco blogs da área da educação. De entre estes destaco o 1º que procura ser, como tem logo assumido na sua barra acima, um “BLOGUE DE INFORMAÇÃO E APOIO AOS DOCENTES SOBRE LEGISLAÇÃO DA EDUCAÇÃO” (http://adduo.blogspot.com/).

Boas leituras e aceito sugestões de outros blogs de qualidade de Educação para ir incluindo na página acima.

Recomendações

Farol da Barra, 30 de Janeiro de 2011

No seu último relatório (http://royalsociety.org/state-of-the-Nation-Science-and-Mathematics-Education-5-14/) a prestigiada e mais antiga sociedade científica do mundo – Royal Society do Reino Unido faz o ponto de situação no que concerne à Educação em Ciências e Matemática nos primeiros anos de escolaridade (5 aos 14 anos, o que corresponde na essência ao Ensino Básico Português). Deste destaco aqui algumas das recomendações que considero também se aplicarem ao nosso país:

  • Aumentar os fundos e recursos para um continuado desenvolvimento profissional dos professores em Ciências e Matemática;
  • Assegurar uma política nacional para a Educação em Ciências baseada em evidências da investigação e das práticas identificadas como efectivas;
  • Encorajar e aumentar a investigação focada no desenvolvimento dos conhecimentos e capacidades dos alunos em Ciências;
  • Providenciar o acesso de cada escola a especialistas em Ciência; e
  • Focar a avaliação na promoção do sucesso educativo mais do que em medir o sucesso.