Pensamento Crítico no Ensino Superior

Saiu na passada segunda-feira, dia 6 de junho, uma notícia do jornal Público que merece este destaque e divulgação. Trata-se de um projecto pedagógico focado na promoção do pensamento crítico e que é considerado pela OCDE como inovador, o qual está a ser implementado na Universidade Católica do Porto.

Destaco aqui algumas das razões que estão incluídas na notícia:

  • “Todos nos queixamos que os jovens que chegam à universidade têm dificuldades em formular juízos críticos” (Joaquim Azevedo);
  • “Saber questionar o que se vê e ouve, descodificar falsas retóricas e construir uma argumentação crítica fundamentada”.

Ora esta tendência de incluir nos primeiros anos do ensino superior a promoção de capacidades de pensamento crítico em cursos específicos ou em diferentes Unidades Curriculares (vulgo disciplinas) torna-se cada vez mais premente!  Assim, como se torna crucial que os professores, incluindo os do ensino superior, tenham formação de como poderão promover este tipo de pensamento em si e nos seus alunos.

Trata-se de um grande desafio! Mas os resultados dos estudos que temos desenvolvido tem sistematicamente evidenciado que os alunos Portugueses são capazes de mobilizar as suas capacidades de pensamento crítico.

Exploratório de Coimbra