Pensar Partilhado

Dada a atualidade e a necessidade de reforçar a importância de trabalhar cooperativa e colaborativamente avanço hoje com os critérios de seleção das pessoas para um pensamento partilhado que crie algo produtivamente e que retirei das páginas 89 e 90 do livro “Como pensam as pessoas bem-sucedidas” de Maxwell:

  • pessoas cujo maior desejo seja o sucesso das ideias;
  • pessoas que possam acrescentar valor aos pensamentos de outras;
  • pessoas que sejam capazes de lidar com mudanças de conversa rápidas;
  • pessoas que valorizem os pontos fortes dos outros nas áreas em que elas próprias são fracas;
  • pessoas que tenham consciência do seu próprio valor na mesa;
  • pessoas que coloquem em primeiro lugar o que for melhor para o grupo;
  • pessoas que sejam capazes de despertar os melhores pensamentos nas que as rodeiam;
  • pessoas que tenham maturidade, experiência e sucesso no tema em discussão;
  • pessoas que assumam propriedade e responsabilidade pelas decisões;
  • pessoas que saiam da mesa com uma atitude de “nós”, e não uma atitude de “eu”.
Farol da Barra, 22 de janeiro de 2012

Bons pensadores

Começo este novo ano de 2012 com propostas para pensar eficazmente com base na experiência, formação e leituras recentes que realizei, como por exemplo do livro de 2010 de John Maxwell de título “Como pensam as pessoas bem-sucedidas”. De entre as principais destaco:

  • Como pensar bem e eficazmente não é um processo fácil, rápido e automático exponha-se a boas influências (ambientes, pessoas que sejam bons pensadores, formação de qualidade e desafiante,…);
  • Seja intencional a pensar e faça disso uma prioridade sempre que possa e em todas as situações possíveis do seu quotidiano;
  • Defina metas, planos, objetivos… não viva de acordo com a vontade dos outros e saia do confortável “quase” ou “nim”; ouse dizer “não”!
  • Passe à acção os seus melhores e mais eficazes pensamentos; assuma compromissos;
  • Pense em planos e ações alternativas; pelo menos pondere nas suas implicações;
  • Permita que as suas emoções /disposições proporcionem outros e diferentes pensamentos; e
  • Escolha um local onde se sinta confortável para pensar e um ambiente onde a humildade intelectual e a honestidade sejam assumidas explicitamente.

Finalizo com a “fórmula para ajudar a expandir pensamentos” que o autor acima referido inclui na sua página 18:

O Pensamento Certo + as Pessoas Certas

No Ambiente Certo, no Momento Certo

Pela razão certa = o Resultado Certo

Barra, 1 de Janeiro de 2012