Qual a versão do documento a depositar no RIA? Obtenha resposta no site Sherpa/RoMEO

As condições em que os autores cedem os seus direitos às editoras são variáveis. Em muitos casos continuam a permitir o auto arquivo de uma cópia do trabalho em repositórios institucionais, de forma a permitir que os autores cumpram os requisitos de Acesso Aberto exigidos pelas IES e Agências Financiadoras

De forma a ter segurança na versão do artigo que pode depositar no repositório (preprint, postprint ou versão final), deve consultar a política da revista no site  Sherpa/Romeo, serviço criado para esclarecer acerca das questões relacionados com o copyright e o auto arquivo de documentos em repositórios institucionais, já que recolhe informação exaustiva sobre as políticas das editoras de revistas científicas. Este serviço foi criado e é atualizado pela Universidade de Nottingham.

Versões
preprint – versão submetida, sem revisão por pares (peer-review).

postprint/versão aceite para publicação – versão final com revisão pelos pares aceite para publicação.

versão final – versão final publicada pelo editor (geralmente um documento PDF).

 

Podem ser feitas pesquisas por título de revista, ISSN ou nome de editora. As revistas e os editores são classificados segundo um esquema de cores que se refere aos direitos de depósito que o autor detém:

verde – permitido auto-arquivo de preprints e postprints
azul –  permitido o auto-arquivo de postprints
amarelo – permitido auto-arquivo de preprints
branco  – auto-arquivo não é permitido

No caso, por exemplo, de uma revista “verde”, em que é permitido o depósito da versão postprint/versão aceite para publicação, é comum que seja definida a necessidade de ser aplicado um embargo de um período de tempo em acesso restrito, após o qual o documento poderá ficar em Acesso Aberto, o que permitirá cumprir os requisitos de AA . Conferir na imagem abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *