Património Imaterial da Humanidade – Música, o Português e o Mundo

Cante Alentejano

O Cante Alentejano tornou-se uma mais-valia para o desenvolvimento do Alentejo, com a classificação como Património Imaterial da Humanidade, a 27 de novembro de 2014 (há um ano).

Esta denominação trouxe reconhecimento mundial. Começou-se a dar um enfoque de maior exponencial não só à região, como à sua cultura e aos seus oriundos.

Notabiliza-se o facto de ser um canto coletivo, sem recurso a instrumentos.

Desta forma singela e em jeito das suas origens, além de outros no seio da nossa comunidade UA, reforça as do nosso ilustríssimo Reitor, e também a destacar as do doador José Moças, desta vastíssima coleção, a quem desde já, os SBIDM agradecem, bem como a permissão da publicação na íntegra, de um exemplo, de Cante Alentejano!

Fado, do latim fatum, destino…

O Fado é Património Imaterial da Humanidade segundo decisão tomada, no dia 27 de novembro de 2011 (há cinco anos), durante o VI Comité Intergovernamental da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura – UNESCO.

Os SBIDM da Universidade de Aveiro, de forma a lembrar o 4º Aniversário de Património Imaterial da Humanidade, resolveram selecionar na coleção Goma-Laca alguns dos principais fadistas dos séculos XIX/XX. Dentro da panóplia de artistas foram selecionados: Maria Severa (1820-1846); Augusto Hilário (1864-1896); Alfredo Marceneiro (1891-1982); António Menano (1895-1969); Hermínia Silva (1907-1993). Amália Rodrigues (1920-1999) teve a honorabilidade de levar o fado e a música portuguesa, além-fronteiras.

Outros que mesmo ao longo da história, foram gravando alguns fados, mas que por variadíssimas razões acabaram por passar incógnitos, aqui também muito deles ficam sem ser referenciados. No entanto, existem inúmeras opções para futuras referências, que constam desta distinta coleção, não só a nível patrimonial, mas também a nível cultural.

Em jeito de conclusão, referimos dois homologados Fados, não só a nível de referência, mas também a todos os outros níveis: Fado de Lisboa, e Fado de Coimbra.

Esta entrada foi publicada em Discos goma-laca com as tags , . ligação permanente.

1 Response to Património Imaterial da Humanidade – Música, o Português e o Mundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *