Peça do mês – setembro 2016

carq

Inst. proprietária – Universidade de Aveiro
Categoria – Cerâmica arqueológica
Designação –  Pequena taça globular com asa e engobe no interior e exterior.
Datação – Calcolítico
Intervenção arqueológica – Agra do Castro (Universidade de Aveiro)

 

 

A coleção de cerâmica arqueológica da Universidade de Aveiro

A coleção de Cerâmica Arqueológica é constituída por dois núcleos de diferentes proveniências: um núcleo de materiais provenientes da intervenção arqueológica realizada na Agra do Crasto, para onde mais tarde se alargou o campus universitário e um segundo núcleo  que integra um conjunto de 80 peças das quais 50 ainda se encontram inteiras, e em estado de conservação razoável. São peças de uso comum, de pastas vermelhas, algumas com decoração brunida vertical ou cruzada. Este segundo conjunto terá sido incorporado na UA, quando da criação do seu departamento de Cerâmica e Vidro, em 1976, com a finalidade de apoiar aulas aí ministradas.

A peça acima destacada pertence ao 1º núcleo do qual, segundo os arqueólogos e demais especialistas responsáveis pelas escavações neste arqueossítio, os vestígios encontrados poderão ser datados dentro do 2º milénio a.C., correspondente à Idade do Bronze, ou mesmo de meados do 3º milénio. São fragmentos de cerâmica de fabrico manual de pastas grosseiras de coloração escura, havendo também um conjunto de artefactos líticos, em pedra polida e talhada, como sejam utensílios sobre seixos, moventes de moinho de vaivém, e ponta de seta em sílex.

Esta peça já esteve exposta na Sala Hélène de Beauvoir (na biblioteca da Universidade de Aveiro), no âmbito da exposição “O museu da UA: uma coleção em crescimento”, que decorreu entre 16 de dezembro de 2013 a 24 de janeiro 2014, por ocasião das comemorações do 40º aniversário desta Universidade.

Esta entrada foi publicada em Cerâmica arqueológica, Peça do mês. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *